Artigo

RH: MOMENTO DE SE PLANEJAR

Você sabe que ser de RH não é apenas entrevistar candidatos, analisar os melhores benefícios para o quadro de colaborador ou preocupar-se com folhas d

 

 

Você sabe que ser de RH não é apenas entrevistar candidatos, analisar os melhores benefícios para o quadro de colaborador ou preocupar-se com folhas de pagamento. É entender quem faz parte da equipe e estar próximo de cada um. Hoje, já podemos ver um novo formato das empresas "ou grande parte delas" que passaram a usar sua criatividade para reter seus talentos e garantir aproveitamento de quem já está na companhia.

 

Para que isso aconteça e que você consiga montar e manter uma equipe de sucesso é fundamental que a companhia comece desde já a criar seu próprio banco de informações sobre os perfis de seu colaborador.

 

Você conhece quem faz sua empresa? Sabe qual é o objetivo dele na companhia para os próximos meses? E anos? Onde pretende chegar? Qual departamento gostaria de estar?Você ouve seu colaborador?

 

São esses os questionamentos que o profissional de Recursos Humanos deve fazer.

 

E para ter a resposta, o melhor é sempre aliar os recursos que a tecnologia nos oferece.

 

Hoje em dia o mercado já conta com sistemas que criam banco de informações sobre o perfil do colaborador, com dados pessoais, avaliação de desempenho, necessidades específicas "não só benefícios" e até módulos específicos para cada empresa, atendendo às necessidades singulares.

 

O que não podemos é perder tantos talentos por não haver um planejamento eficaz. Planejar não é só colocar no papel as ações que o RH deverá desempenhar no próximo ano, mas saber onde aquele colaborador, com competência especial para a atividade, pode chegar; Qual treinamento é ideal para aquele que está com dificuldades nas ações do dia a dia; Saber de forma precisa, quais são os reajustes de cargos e salários para satisfação dos profissionais.

 

É preciso humanizar o RH e entender que sua função é desenvolver Recursos para Humanos!

você sabe que ser de RH não é apenas entrevistar candidatos, analisar os melhores benefícios para o quadro de colaborador ou preocupar-se com folhas de pagamento. É entender quem faz parte da equipe e estar próximo de cada um. Hoje, já podemos ver um novo formato das empresas "ou grande parte delas" que passaram a usar sua criatividade para reter seus talentos e garantir aproveitamento de quem já está na companhia.

 

Para que isso aconteça e que você consiga montar e manter uma equipe de sucesso é fundamental que a companhia comece desde já a criar seu próprio banco de informações sobre os perfis de seu colaborador.

 

Você conhece quem faz sua empresa? Sabe qual é o objetivo dele na companhia para os próximos meses? E anos? Onde pretende chegar? Qual departamento gostaria de estar?Você ouve seu colaborador?

 

São esses os questionamentos que o profissional de Recursos Humanos deve fazer.

 

E para ter a resposta, o melhor é sempre aliar os recursos que a tecnologia nos oferece.

 

Hoje em dia o mercado já conta com sistemas que criam banco de informações sobre o perfil do colaborador, com dados pessoais, avaliação de desempenho, necessidades específicas "não só benefícios" e até módulos específicos para cada empresa, atendendo às necessidades singulares.

 

O que não podemos é perder tantos talentos por não haver um planejamento eficaz. Planejar não é só colocar no papel as ações que o RH deverá desempenhar no próximo ano, mas saber onde aquele colaborador, com competência especial para a atividade, pode chegar; Qual treinamento é ideal para aquele que está com dificuldades nas ações do dia a dia; Saber de forma precisa, quais são os reajustes de cargos e salários para satisfação dos profissionais.

 

É preciso humanizar o RH e entender que sua função é desenvolver Recursos para Humanos!

 

Evaldo J. Burcoski