Artigo

Novo tempo em recrutamento e seleção

Em uma empresa pequena já são comuns testes de aptidão, redações e pelo menos duas entrevistas para conhecer melhor o candidato, além das conversas co

Por Fábio Vieira

Temos experimentado um novo tempo em recrutamento e seleção. Os processos têm sido mais urgentes e o mercado mais exigente mesmo com as micro empresas, onde não se notavam tantos requisitos como hoje se observa!

Em uma empresa pequena já são comuns testes de aptidão, redações e pelo menos duas entrevistas para conhecer melhor o candidato, além das conversas com os gestores e os pares.

Por outro lado, os candidatos também têm trazido o sentido de urgência para as empresas, onde os caminhos tradicionais de revelação de novos talentos não correspondem mais a esta geração, causando conflitos e distorções com uma geração e métodos de recrutamentos mais antigos. Há alguns anos, imaginar contratações e contatos realizados diretamente através das redes sociais era ainda um completo absurdo, sem contar que seria uma ação invasiva por parte das empresas. Sim, a visão mudou radicalmente!

Hoje, ser rápido é a diferença entre o fracasso e o sucesso. Percepções tardias podem desmoronar setores inteiros e empresas também. A perda de talentos humanos, às vezes, é tão rápida que é necessário mudar tudo que conhecemos para alcançar o sucesso, e uma fórmula simples para isso é a tecnologia...

Com a presença da tecnologia nos processos de recrutamento e seleção, facilmente os currículos são encontrados e atualizados sem muito esforço, além do custo diminuir em até 70% dos casos. Se antes um analista conseguia efetuar uma seleção apenas, hoje, com o auxílio da tecnologia, ele poderá cuidar de vários processos ao mesmo tempo. E isso não é exclusividade de apenas um software no mercado, pois vários deles auxiliam realmente neste sentido, trazendo para o senso de urgência, uma solução prática e de grande alívio para os recrutadores.

Até mesmo processos como Avaliação de Desempenho, imprescindíveis em qualquer empresa para retenção de talentos, podem ser resumidos em poucos dias e praticamente, sem a necessidade de nenhum material impresso, poupando esforços e tempo precioso de todos os talentos de uma empresa.

Pensar em um processo de avaliação sem papeis e formulários extensos para serem preenchidos era considerada uma grande loucura e, em algumas empresas, o pensamento ainda é um pouco semelhante. Contudo, tem se tornado cada vez mais prática a realização desse processo, seja através de planilhas, com a utilização de softwares que estão cada vez melhores e com muitas funcionalidades para todos os tipos de avaliação.

Um processamento de dados de colaboradores levava semanas ou meses. Hoje, com os softwares disponíveis no mercado, levasse apenas o período do preenchimento do sistema online, isto é, tudo acontece quase que instantaneamente.

Desta forma é importante que para a valorização da retenção de talentos e o conhecimento sobre seus colaboradores as empresas utilizem a tecnologia, pois o mercado já não é o mesmo. As oportunidades dos concorrentes tirarem os melhores talentos da nossa organização são reais e apenas a informatização poderá ajudar-nos a perceber nossos pontos críticos de forma clara e direta.

Uma opção importantíssima e sem volta para qualquer empresa é o investimento nas redes sociais. Imagine que o "amigo" de seu funcionário tenha o perfil desejado pela organização. Para preencher uma determinada vaga é preciso muita rapidez e um "Gostei" ou um "Tweet" do seu colaborador poderá resolver um poucos minutos o problema do cargo que precisa ser não preenchido.

Novos tempos de comunicação, nova forma de utilização de internet para o trabalho, nova forma de medição de rendimento no serviço com a Web aberta aos colaboradores, novo tempo em recrutamento e seleção para todas as empresas de pequeno, médio e grande porte.

Por último, gostaria de salientar o preparo que os profissionais de RH deixam de receber na área acadêmica e que, em muitos casos, passam seu curso sem o devido auxílio das ferramentas tecnológicas. Claro, muitas empresas têm oferecido recursos gratuitos para faculdades e instituições de ensino, além de palestras e seminários internos sobre o tema, porém é preciso mais esforço ainda para que os alunos vivam seu trabalho com tecnologia.

Comece agora mesmo a valorizar as redes sociais para sua empresa, crie redes e contatos com seus colaboradores. Faça da rede deles uma ótima forma de contratação e divulgação das suas vagas e também da sua visão de empresa!

E sua empresa, está preparada para a velocidade de um novo tempo?